10 ótimos filmes que todo psicólogo deveria ver

por Elias Fontele Dourado

Esta lista tem como finalidade indicar filmes tanto com relevância psicológica quanto cinematográfica. Portanto, vários filmes ficam de fora, vários documentários dentre eles, ainda mais em um pequeno recorte como este. Os 10 aqui listados são impressionantes para o cinema em sua linguagem e entretenimento, e também para a psicologia, com problemas e questões que instigam o espectador para além do filme.

10. As Três Máscaras de Eva (1957)

Direção: Nunnally Johnson

three faces of eve - cinema quad movie poster (1).jpg

Sofrendo com fortes dores de cabeça e desmaios frequentes, Eva White (Joanne Woodward) decide conversar com o psiquiatra Dr. Luther. Durante o tratamento, ela é hipnotizada, e logo revela duas outras personalidades: a de uma mulher impulsiva e cheia de vida, e a de uma garota submissa à própria mãe. O drama é baseado na história real de Christine Costner Sizemore, diagnosticada com transtorno de múltiplas personalidades.

http://www.imdb.com/title/tt0051077/

9. A Experiência (2001)

Direção: Oliver Hirschbiegel

the-experiment-680x365-680x365

Uma equipe de cientistas arregimenta 20 presos para uma experiência psicológica em troca de um prêmio em dinheiro. Os prisioneiros são divididos em dois grupos: oito deles fazem o papel de guardas e os outros 12, de internos. As cobaias são isoladas numa área da penitenciária onde certas regras devem ser obedecidas e mantidas pelos guardas. No início, a camaradagem reina no ambiente, mas a violência não tarda a explodir.

http://www.imdb.com/title/tt0250258/

8. Gênio Indomável (1997)

Direção: Gus Van Sant 

good_will_hunting_1

Em Boston, um jovem de 20 anos (Matt Damon) que já teve algumas passagens pela polícia e é servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática e, por determinação legal, precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles.

http://www.imdb.com/title/tt0119217/

7. Um Estranho no Ninho (1975)

Direção: Milos Forman

capture1

Randle Patrick McMurphy, um prisioneiro, simula estar insano para não trabalhar e vai para uma instituição para doentes mentais, onde estimula os internos a se revoltarem contra as rígidas normas impostas pela enfermeira-chefe Ratched, mas ele não tem ideia do preço que irá pagar por desafiar uma clínica “especializada”.

http://www.imdb.com/title/tt0073486/

6. Quando Fala o Coração (1945)

Direção: Alfred Hitchcock

3133

A dra. Constance Petersen (Ingrid Bergman) trabalha como psicóloga em uma clínica para doentes mentais. O local está prestes a mudar de direção, com a substituição do dr. Alexander Brulov (Michael Chekhov) pelo dr. Edward (Gregory Peck). Ao chegar o dr. Edwards surpreende os médicos locais pela sua jovialidade e também por seu estranho comportamento. Logo Constance descobre que ele é na verdade um impostor, que perdeu a memória e não sabe quem é nem o que aconteceu com o verdadeiro dr. Edwards.

http://www.imdb.com/title/tt0038109/

5. De Punhos Cerrados (1965)

Direção: Marco Bellochio

18793850.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Família, religião, pátria e propriedade são os temas discutidos no filme. Alessandro, um jovem epilético, vive num casarão antigo com a mãe cega e os três irmãos: Leone, epilético como ele; Giulia, mentalmente instável; e Augusto, o primogênito. Com intenção de ajudar Augusto – único irmão a não sofrer de alguma doença – a seguir sua vida longe da família, Alessandro adota um comportamento violento e destrutivo.

http://www.imdb.com/title/tt0059619/?ref_=fn_al_tt_1

4. Vida em Família (1971)

Direção: Ken Loach

Academy Poster for Ken Loach's Family Life (1971)

Polêmico filme que aborda a repressão familiar e a ineficácia e crueldade dos tratamentos psiquiátricos, através da história de uma jovem comum, de 19 anos. Após crescer sob a atmosfera ultraconservadora de sua família, ela começa a adotar um comportamento esquizofrênico e é obrigada a passar por um tratamento agressivo.

http://www.imdb.com/title/tt0068569/

3. O Silêncio (1963)

Direção: Ingmar Bergman

5002-bergman05

Uma das obras centrais da filmografia de Ingmar Bergman, O Silêncio é o desfecho da “Trilogia do Silêncio”, formada ainda por Através de um Espelho e Luz de Inverno. Duas irmãs com dificuldades de relacionamento, Esther e Anna, e o filho desta, viajam para a Suécia. Porém, no meio da jornada, são obrigadas a parar num país estrangeiro, onde se hospedam num hotel quase deserto. Neste local, elas se defrontam com o vazio existencial de suas vidas.

http://www.imdb.com/title/tt0057611/?ref_=nm_flmg_dr_37

2. Freud – Além da Alma (1962)

Direção: John Huston

freudheadon

Huston realiza uma pseudo-biografia do psicanalista vienense Sigmund Freud (1856-1939), mas descrevendo apenas um período de cinco anos (a partir de 1885) da vida do médico. Nessa época, a maioria dos colegas de Freud se recusavam a tratar dos casos de histeria por acreditar que tudo não passava de fingimento dos pacientes para chamar atenção. Mas Freud não achava isso e passou a aplicar a técnica da hipnose, que viria a se tornar uma prática no tratamento psiquiátrico.

http://www.imdb.com/title/tt0055998/

1. Face a Face (1976)

Direção: Ingmar Bergman

tumblr_m2vd9wXEja1rsk25to1_1280

Jenny Isaksson (Liv Ullmann) é uma psiquiatra casada que é assombrada por visões de uma velha e passa a sofrer uma profunda depressão. Na procura desesperada de fugir deste pesadelo ela tem um caso com Tomas Jacobi (Erland Josephson), um médico casado. Isto só serve para provocar nela uma crise histérica e, quando tem novas alucinações com a velha mulher, ela tenta suicídio. Enquanto está entre a vida e a morte ela imagina ver todas as pessoas que tiveram alguma influência em sua vida. Quando está se recuperando ela consegue entender quem é a velha senhora e por qual motivo provoca tanto sofrimento. Com impressionante atuação de Liv Ullmann, este filme, assim como a maior parte da filmografia de Bergman, trata como ninguém as profundezas do ser humano, o lado escuro da mente e do corpo. Bergman era o “psicólogo do rosto”, sempre tentava extrair o melhor de seus atores e atrizes para obter a expressão perfeita de um rosto misterioso. Uma obra-prima do cinema e de riqueza muito grande aos estudiosos.

http://www.imdb.com/title/tt0074147/